thermometer-869392_1920

Quando queremos estudar as trocas de calor entre dois ou mais corpos (principalmente se um deles está no estado líquido), o ideal é ter um recipiente adequado, que permita obter informações sobre o calor que foi trocado entre os corpos! Esse tipo de recipiente deve facilitar o contato térmico entre os corpos e dificultar o máximo possível as trocas de energia térmica com o meio externo. De maneira resumida, a ideia é que dentro deste recipiente, o calor cedido por um corpo seja igual ao calor recebido pelo outro, sem perda para o ambiente, o que permite uma maior precisão na hora de calcular dados como a capacidade térmica e o calor específico. Este recipiente ideal se chama calorímetro.

Historicamente, as medições bem mais precisas feitas graças ao uso de calorímetros ajudaram a sociedade a entender até mesmo a estrutura molecular e atômica da matéria! Com a ajuda de medidas que eles obtiveram com estes experimentos, os cientistas conseguiram desenvolver quadros com as capacidades de calor de cada substância, os quais hoje em dia são utilizados em sala de aula!

O calorímetro, este interessante e essencial equipamento que é comercializado pela Homelab, é muito utilizado para  determinar o calor específico das substâncias. Geralmente, para tal atividade, despeja-se água no seu interior e após um intervalo de tempo que vai garantir que o sistema se encontre em equilíbrio térmico, se adiciona o corpo que se quer estudar dentro da água, com temperatura inicial diferente do sistema já existente da água-calorímetro.

Quanto ao seu uso de forma didática, as características desse material o tornaram o equipamento perfeito para tratar do estudo de áreas como a termofísica, calorimetria, termodinâmica e fenômenos de transporte! Através dos dados disponibilizados pelo material, é possível determinar várias grandezas térmicas de um material como, por exemplo, a capacidade térmica e o calor específico. O professor pode inclusive promover que seus estudantes usem o aparelho para medir as mudanças de temperatura da água ao longo do tempo, assim permitindo que os alunos desenvolvam uma compreensão bem maior das medições de energia, tudo isso de forma bem mais dinâmica e visual, o que, como sabemos, ajuda imensuravelmente no processo de criação de uma memória de longo prazo!

A Homelab oferece os melhores produtos e equipamentos focados no ensino prático de diversas áreas além da física, tais como Ciências, Química, Biologia, Matemática, Geografia e História. Por meio dos materiais que disponibiliza, a Homelab garante que as aulas se tornem cada dia mais dinâmicas e que os conteúdos sejam compreendidos mais facilmente, tendo como consequência final, um melhor desempenho escolar!

Compartilhe Tags
0 comentários

IMG_7532

O dinamômetro é um aparelho utilizado para medir a força aplicada em algo. No nosso dia a dia ele é muito utilizado para medir o peso de peixes por pescadores ou o de malas por viajantes que não querem ultrapassar o peso limite! O seu uso de forma didática é igualmente impactante e importante, este pequeno aparelho pode tornar as aulas de física muito mais explicativas, dinâmicas e ainda, levar aplicações práticas para dentro da educação e assim facilitar o processo de aprendizado.

Esses 2 experimentos ajudam o professor a demonstrar aos alunos quanto a matéria, apesar de parecer simples, na realidade, pode surpreender. Assim tornando o conteúdo em algo muito mais interessante e relevante.

1. Peso e água:

O experimento  é simples, basta prender ao dinamômetro um objeto e em seguida, com o objeto ainda ligado ao dinamômetro, colocá-lo na água e observar a mudança nos dados que o aparelho vai apresentar. A diminuição do peso ocorre graças ao empuxo.

2. Arrastar um objeto:

A ideia durante este experimento é analisar a diferença que o atrito pode fazer quanto ao uso da força! Para essa atividade, serão necessários:

  • 2 superfícies diferentes, uma lisa e uma que gere mais atrito (como vidro e areia);
  • 2 objetos, um liso e um que gere atrito (como blocos de gelo e bolas de tênis);
  • 1 dinamômetro.

Primeiro, é preciso arrastar o objeto liso (como o bloco de gelo) sobre a superfície lisa (como vidro) e outra superfície que gere atrito (como areia), tudo isso utilizando o dinamômetro para medir a força que foi utilizada para tal atividade.

Em seguida, a ideia é repetir o mesmo processo, porém como um objeto que provoque mais atrito (como a bola de tênis) sobre as mesmas superfícies, a lisa e a que gera atrito.

O professor pode promover que os alunos analisem os dados apresentados pelo dinamômetro, assim compreendendo de maneira mais completa a diferença que o atrito causa quanto a força aplicada em cada objeto!

As opções de atividades que podem ser desenvolvidas com o auxílio de dinamômetros não acabam por aí. As possibilidades são infinitas pois o material abrange muitas áreas que são frequentemente mencionadas em aulas de física, porém, raramente demonstradas.

conjunto-de-mecanica-arete

Com a ajuda do Conjunto de Dinamômetros da Homelab, os alunos podem ver na prática questões da física clássica, como a mecânica dos sólido, estática e dinâmica; além da mecânica dos fluidos, estática e sua dinâmica. Além disso, a Homelab oferece outros conjuntos que podem auxiliar nas aulas de física como o Conjunto de Física Básica I, Conjunto de Mecânica Arete e o Conjunto para Lei de Hooke e Principio de Arquimedes.

IMG_7621

O pH, apesar de muitos alunos não saberem, está a nossa volta o tempo todo, no que comemos, bebemos e no nosso próprio corpo! Com a ajuda dessas atividades, os estudantes vão ser capazes de reconhecer a presença do pH no seu dia a dia, levando o aprendizado para outro nível e assim garantindo a total compreensão da matéria!

Teste de sabor do pH!

fruit-2454125_1920

Um fato curioso é que substâncias ácidas tendem a ter o gosto azedo e as básicas, sabor amargo. O professor pode propor que os estudantes provem substâncias como suco de laranja ou limão e água com bicarbonato de sódio sem saber o que são cada uma delas. Os alunos vão notar a diferença e o professor pode usar esta curiosidade como um método para facilitar a memorização do que é ácido e o que é básico, além de deixar a aula muito mais divertida.

No final, o professor ainda pode utilizar um pHmetro portátil para medir o pH de cada substância antes de revelá-las aos estudantes, assim fazendo com que eles próprios cheguem a conclusão da relação existente entre o sabor e o pH.

A chuva ácida!

Diferenças no pH de diferentes marcas de água mineral!

bottle-2032980_1920

Esta atividade é extremamente fácil e se os estudantes já tiverem o costume de levar garrafas de água para a sala de aula, ela pode até mesmo ser realizada sem muito planejamento prévio. No rótulo de qualquer água mineral é apresentado o pH daquela água específica, o que acaba se tornando muito interessante, afinal, algumas marcas vendem uma água extremamente alcalina, com um pH que chega a 10 e outras águas minerais já são altamente ácidas, com o pH menor do que 4! Inclusive, o pH varia muito dentro de uma mesma marca, isso graças às suas diferentes fontes.

Experiências com ácidos!

Todos os materiais químicos e de laboratório necessários para essas experiências podem ser encontrados aqui e aqui.

A Homelab sabe da importância de aulas dinâmicas e práticas quanto ao quesito da compreensão da matéria, por isso sempre incentiva o uso de experimentos como parte da didática e por meio de sua linha completa de materiais, auxilia a instituição de ensino e os professores no ensino de química, além de diversas outras áreas!

Compartilhe Tags
0 comentários

fidget-spinner-2355037_1920 (1)

O movimento de rotação é extremamente comum no nosso mundo, afinal, a própria Terra está em rotação em torno de um eixo imaginário. Também é válido lembrar que as conseqüências desse movimento são os dias e as noites. Outro exemplo de rotação muito presente em nossas vidas são as portas e suas dobradiças. As dobradiças permitem o movimento de rotação da porta em torno do batente. Até mesmo os famosos – e frequentemente usados em sala de aula pelos alunos – fidget spinners são basicamente rotações em torno de um eixo.

Por estar tão presente em nossas vidas, a dinâmica das rotações pode acabar se tornando um conteúdo complicado de se compreender. Exatamente por já estarmos tão habituados com ele, suas consequências e efeitos acabam se tornando praticamente insignificantes à nossa memória e olhos, a questão é saber aproveitar o tanto que esse conteúdo é aplicado no dia a dia de forma positiva, fazendo com que os alunos consigam ver a matéria com outros olhos e se interessem por ela. Quem sabe até mesmo sendo capazes de observar esses efeitos em sua rotina, assim relembrando o tema repetidamente e de forma natural, ajudando na memorização.

conjunto-interativo-para-dinamica-das-rotacoes-ii-1

O conjunto interativo para dinâmicas das rotações da Homelab auxilia no processo de aprendizado demonstrando visualmente para todos os alunos as alteração na forma da superfície líquida devido aos efeitos da centrifugação, os efeitos provocados pela variação no momento angular, a dinâmica de rotação em si, princípio da inércia e muito mais. O foco é mostrar aos alunos o quanto este tema é realmente relevante.

Este material pode transformar a matéria em algo muito mais interessante para os alunos e ainda ajudar o professor na hora da explicação do conteúdo.

Outro fato que é extremamente importante de ser ressaltado aos alunos, é que apesar de soar como algo simples e sem grandes propósitos, a centrifugação é um processo de separação essencial. Ele separa componentes via sedimentação de líquidos imiscíveis de diferentes densidades e essa técnica é usada em locais como laboratórios e indústrias.

A Homelab sabe o quanto pode ser difícil fazer com que os alunos compreendam essa matéria, assim como muitas outras. Por isso trabalha com uma proposta bem mais dinâmica do que a maioria e oferece materiais que são de grande auxílio no processo de aprendizado de diversas áreas.

Compartilhe Tags
0 comentários

IMG_8308Assim como em muitos outros conteúdos, o pH não pode – normalmente – ser observado, o que faz com que muitos estudantes fiquem confusos e acabem nunca realmente aprendendo o que é o pH, apenas decorando superficialmente os dados que fazem parte do tema. Além disso, a numeração utilizada para denominar se algo é ácido, neutro ou básico também pode ser um fator causador de dúvidas. Por isso o medidor de pH acaba se tornando um elemento essencial, exatamente por ultrapassar a barreira do “não pode ser visto” e mostrar na prática o que os alunos já leram em seus livros e apostilas.

Antes de abordarmos sobre como utilizar um Medidor de pH em sala de aula, devemos lembrar o que o resultado que o medidor vai entregar realmente significa:

  • Solução neutra:

        pH igual a 7

  • Solução ácida:

       pH entre 0 e 7

  • Solução básica:

       pH  entre 7 e 14.

Estes são, respectivamente, os valores e o que significa cada pH à 25ºC. Para que a questão da temperatura não se torne um problema durante a explicação, o pHmetro da Homelab já faz a compensação automática da temperatura, facilitando o trabalho do professor na hora de usar o aparelho didaticamente.

phmetro-portatil

Algumas soluções que podem ser usadas com o pHmetro para demonstrar o conteúdo e a diferença das soluções básicas, neutras e ácidas em sala são:

pH Neutro:

A água destilada e pura possui pH neutro e pode ser utilizada como solução neutra, além disso, a Homelab disponibiliza um destilador de água que pode auxiliar nessa atividade, assim como em outros inúmeros experimentos que pedem água destilada.

pH ácido:

Além dos mais clássicos que fazem parte do conjunto de ácidos, outros exemplos de soluções que podem ser usadas são os sucos cítricos, como os de laranja e de limão.

pH básico:

Dois exemplos muito comuns quanto ao pH básico são o bicarbonato de sódio e hidróxido de magnésio.

O uso do medidor de pH deixa a aula muito mais dinâmica, divertida, explicativa e memorável. É desse modo que a Homelab promove e proporciona que os alunos compreendam melhor a matéria, tirem dúvidas que a teoria havia deixado e ainda impacta positivamente no processo de memorização e na criação do interesse pelo tema! Confira aqui outros materiais que a Homelab pode oferecer para a sua instituição de ensino, os quais também transformam as aulas e impactam positivamente a qualidade da educação!

Compartilhe Tags
0 comentários

IMG_7599O estudo da estrutura de moléculas pode acabar se tornando algo muito complicado e que gera grande dificuldade de aprendizado entre os alunos. São muitas informações novas sendo apresentadas ao mesmo tempo, diferenças estruturais que mudam tudo de uma molécula para a outra, mas que – no geral – não podem ser visualizadas pelos alunos. Além disso, esta é uma matéria que trata de uma estrutura em 3 dimensões, por isso mesmo deve ser explicada de modo mais visual e não apenas em ilustrações em 2D que não contemplam toda a sua complexidade. É apenas questão de usar as características da matéria a favor da melhor compreensão possível do conteúdo!

A realidade é que, de início, as representações das moléculas em 2D podem até mesmo confundir o aluno quanto à verdadeira estrutura molecular. Por isso é indicado introduzir a matéria com um modelo molecular em 3D, o qual permita um maior aprofundamento na hora de estudar o conteúdo.

modelo-molecular-avancado-organica-e-inorganica-com--pecas

A grande vantagem do modelo molecular é o fato de que ele permite que o aluno visualize, toque e interaja com o conteúdo, o que já ajuda de maneira imensurável na memorização e verdadeira compreensão do assunto, e ainda mais, após o aluno compreender a estrutura de forma mais realística (em 3D), fica muito mais fácil a interpretação e compreensão das representações das mesmas em 2D, que, no final, vai ser cobrado em provas e vestibulares. Ou seja, o estudante deixa de apenas decorar as figuras em 2D e seus significados e começa a realmente compreender o que cada um significa e representa.

A Homelab sabe da importância da visualização da matéria, de aulas dinâmicas e práticas durante o complicado processo de aprendizado e trabalha sempre sob os ideais de uma educação em constante evolução. É por esse motivo que a Homelab oferece materiais que trabalham com essa questão em diferentes áreas, tais como Ciências, Química, Biologia, Matemática, Geografia e História, focando sempre em diminuir a dificuldade de aprendizado dos estudantes.

IMG_7615Algumas das maiores vantagens de um professor realizar experiências como parte do processo educacional são: aumento de interesse dos alunos pela aula, quebra da rotina padrão de sala de aula, a surpresa dos alunos com o resultado dos experimentos, a atividade ajuda na criação de uma memória de longo prazo e ainda facilita que o aluno compreenda a matéria graças a visualização do conteúdo!

Porém o aumento de interesse dos alunos pela aula, o auxílio na criação de uma memória de longo prazo e a maior facilidade para que o aluno compreenda a matéria em questão estão todas diretamente ligadas ao fator da surpresa, de sair da rotina e de todo o entretenimento criado pelas experiências!

Sabendo disso, a Homelab separou alguns experimentos que com certeza vão ficar marcados na memória dos alunos e que ainda podem auxiliar o professor a introduzir, explicar e tirar dúvidas quanto a matéria em questão e no caso dessas experiências, suas reações químicas.

Água furiosa:

Para a execução desse experimento, são necessárias vidrarias, o azul de metileno e os reagentes, soda cáustica e glicose.

Fogo colorido:

Já para o fogo colorido, materiais como o sulfato de cobre podem ser encontrados no conjunto de reagentes, já os utensílios em si fazem parte do conjunto básico para laboratório.

Cristais instantâneos:

Uma das experiências mais surpreendentes e ao mesmo tempo, mais simples de serem realizada, é a dos cristais, os quais se formam em menos de 5 minutos. Ela permite que além de realizar a atividade, o professor possa se aprofundar na explicação, tudo isso dentro de um curto período de tempo!

Para colocá-la em prática é necessário o Tiossulfato de Sódio, o qual também faz parte do conjunto de reagentes oferecido pela Homelab.

Já trabalhamos por aqui com vários outros experimentos, os quais podem ser realizados com a ajuda de diversos outros materiais, como solventes, por exemplo.

Como sempre, a Homelab tem consciência da importância de aulas práticas no dia-a-dia dos estudantes pois sabe que ao deixar as aulas mais dinâmicas, a compreensão do conteúdo fica mais fácil, permitindo assim um desempenho acadêmico ainda mais alto. Por esse motivo investe em materiais dinâmicos para as áreas de Ciências, Química, Biologia, Matemática, Geografia e História.

IMG_7670

Quando as dificuldades de aprendizado aparecem, atividades dinâmicas em sala de aula se tornam ainda mais essenciais. Materiais dinâmicos garantem que os alunos tenham mais uma oportunidade de compreender o assunto (dessa vez, com uma abordagem diferente), além de ajudar na memorização do conteúdo e de permitir até mesmo que os estudantes coloquem a tese dada em aula em prática.

Por exemplo, o conjunto para proporção inversa ajuda no aprendizado da equação de primeiro grau. É um ótimo jeito de demonstrar o que a equação faz de modo muito mais dinâmico, o que permite que o aluno memorize melhor e compreenda de maneira muito mais fácil a matéria e principalmente, o seu propósito final.

Outros exemplos são o conjunto de geometria plana, polígonos e áreas o qual pode auxiliar no ensino desses temas, pois é destinado ao estudo de linhas poligonais abertas e fechadas, polígonos, perímetros e áreas de figuras planas, polígonos inscritos, apótemas e áreas do círculo e o kit de desenho geométrico em madeira de 5 peças que permite tanto que o aluno use o material quanto o professor, que pode usar o equipamento para dar explicações no quadro negro aos estudantes.

IMG_7673

De modo geral, essa abordagem dinâmica permite que os estudantes observem o conteúdo com outros olhos. Gerando uma visão até mesmo mais positiva em relação a matéria, o que impacta de forma favorável todo o processo de aprendizado.

Como sempre, a Homelab apoia e promove esse tipo de proposta mais prática e dinâmica no processo educacional pois sabe o bem que ela pode exercer quanto ao aprendizado dos estudantes. Por esse motivo, a Homelab oferece materiais que complementam o estudo de Química, Física, Matemática, Geografia, Ciências e Biologia, tornando a educação cada dia mais interessante e cativante aos alunos!

Compartilhe Tags
0 comentários

IMG_7383

Os materiais utilizados durante as aulas podem impactar muito o aprendizado dos estudantes e por consequência, o desempenho escolar deles. A biologia é uma área que pode exigir muito dos alunos, pois pede a memorização de diversos dados para gerar uma compreensão completa da temática. Graças a esse fato, apetrechos mais dinâmicos se tornam uma ótima ferramenta durante o processo de educação.

A intenção final ao utilizar um material diferenciado em aula é promover um resultado positivo em relação à absorção do conteúdo pelos estudantes e assim como em outras áreas, na biologia existem produtos específicos que cumprem esse papel de acrescentar algo ao aprendizado dos alunos e facilitar esse processo. Alguns deles são:

O Microscópio

microscopio-binocular-x

Com a ajuda de um microscópio, a matéria pode se tornar muito mais interessante, memorável e até mesmo, mais pessoal. Afinal, existe uma grande variedade de atividades que podem ser promovidas com este material e que abordam tópicos que normalmente geram dúvidas nos alunos. Com lâminas para o preparo de experimentos em sala de aula e outras já prontas, o professor pode explorar o conteúdo com a ajuda de um microscópio.

Os modelos 3D do corpo humano

torso-bissexual--cm-coluna-exposta--partes-2

Dentro da biologia, a anatomia humana é um tema estudado durante um período bem abrangente de tempo e sempre se mantém relevante. Por isso, investir nessa área é uma boa decisão tanto financeira quanto educacional. Materiais como o torso bisexual permitem que os alunos visualizem a estrutura do corpo humano em tamanho real, permitindo assim que os alunos compreendam mais profundamente a ligação que existe entre os órgãos de um mesmo sistema.

Esqueleto

esqueleto--m-articulado-musculado

Assim como já foi apontado anteriormente, a visualização ajuda muito no processo do aprendizado e isso não muda quando o assunto são os osso, músculos e articulações do corpo humano. Além disso, assim como no ítem anterior, o esqueleto articulado e musculado trata da anatomia, uma questão que se mantém importante em qualquer momento do aprendizado. Um modelo como o exemplificado, o qual é completo e em tamanho real, permite que o estudante também averigue a posição de cada item em seu próprio corpo. Tal ação promove, novamente, a memorização de forma mais natural, rápida e simples.

Modelos 3D de células

A importância dos modelos em 3D já foi trabalhada por aqui, isso porque, além de permitir que os alunos visualizem o conteúdo, cria a oportunidade de interação de uma forma que, sem os modelos, não seria possível. Por exemplo, o modelo das células garante que o estudante consiga diferenciar a célula animal da vegetal com muito mais facilidade. Outra característica que deve ser destacada, é que por ser um material lúdico, ele ajuda na memorização.

A visualização real da matéria, a qual extrapola os limites de simples ilustrações em páginas de livros didáticos, é algo que trás um impacto realmente positivo quanto a fixação e compreensão plena do assunto que está sendo tratado e por isso, deve ser sempre motivada e utilizada de forma benéfica, garantindo assim que os estudantes de biologia realmente aprendam o assunto em questão.

Focando sempre em um futuro melhor para educação, a Homelab acredita na relevância do uso de atividades dinâmicas e práticas no ensino de boa qualidade e é por isso que oferece os materiais necessários para que isso se torne realidade.