Nas aulas de morfologia vegetal, uma forma inteligente de demonstrar os diferentes tipos de plantas e de brotamento é através do berçário de mudas da Homelab. Dividido em 5 compartimentos, o berçário permite a análise de como as plantas reagem à fatores externos como solo, irrigação, adubagem, mistura com soluções ácidas ou básicas e hormônios.

Por exemplo, cada compartimento pode ser preenchido com amostras de diferentes tipos de solo:

  1. Solo orgânico, rico em matéria orgânica e húmus
  2. Solo inorgânico, rico em material inorgânico como minerais
  3. Solo argiloso, composto por argila (30%), alumínio e ferro
  4. Solo arenoso, composto por areia (70%), argila (15%) e outros materiais orgânicos (15%)

Um mesmo tipo de semente deve ser semeado em cada tipo de solo e, ao decorrer do semestre, o professor e os alunos observam as diferentes formas de brotamento e crescimento da planta, tirando suas conclusões.

Outro exemplo seria utilizar o mesmo tipo de solo em todos os compartimentos, praticando tipos de irrigação diferentes para cada um, chegando, ao passar do tempo, à conclusão de qual o melhor tipo de irrigação para a planta em questão. Também, pode-se testar diferentes formas de adubo e como elas influem no crescimento da planta, utilizando diferentes medidas da solução para cada compartimento.

E mais uma possibilidade de utilização do berçário de mudas, muito útil para as aulas do Ensino Médio, seria semear uma classe de plantas em cada compartimento: briófita, pterodófita, gminosperma e angiosperma, acompanhando ao longo do semestre como elas crescem e se desenvolvem em condições favoráveis. Assim, os alunos podem experienciar na prática as diferenças morfológicas de cada classe, fixando melhor o aprendizado sobre botânica.

Compartilhe Tags
0 comentários

IMG_7774

O Berçário de Mudas trabalha com mais questões do que pode aparentar! Este material permite a análise e comparação do brotamento de sementes semelhantes com irrigação diversificada, por exemplo, com variação de quantidade de água, soluções ácidas, básicas, hormônios diversificados e ainda é possível fazer comparações com sementes variadas, onde é possível observar o tempo de brotamento, comprimento de raízes, resposta à irrigação e comparação de tempo de brotamento de sementes modificadas, condicionadas ao tipo de solo em que serão semeadas.

Porém, o que todo esse aprendizado traz como efeito na educação é o que realmente importa. Materiais simples como este podem mudar de maneira significamente a educação.

1.Promove a individualidade

Se a atividade de análise e comparação for realizada individualmente, cada aluno vai adquirir sua própria perspectiva sobre a situação, criando assim sua própria opinião sobre o tema e desenvolvendo o pensamento de forma individual. Esta questão da individualidade trabalha com a autoconfiança do estudante, o que impacta diretamente no desempenho do aluno em provas e testes individuais que o coloquem sob pressão.

A comparação e análise são o que permitem que alunos cheguem em uma conclusão própria, desenvolvendo o pensamento crítico. É de grande importância que o aluno desenvolva essas habilidades de forma individual, para assim formar sua própria personalidade e opiniões, e não baseá-la na do seu colega.

2. Desenvolve a paciência

hourglass-620397_960_720

Atualmente vivemos em um mundo muito imediatista, a paciências dos estudantes está cada dia menor. Porém, os experimentos que podem ser desenvolvidos no berçário são todos realizados durante um longo período de tempo (o que em si, já é uma vantagem para o professor que vai ter atividades diferenciadas garantidas por algumas semanas), o que acaba trabalhando com a questão do desenvolvimento da paciência nos jovens estudantes.

O desenvolvimento da paciência ajuda muito com o dilema da ansiedade, a qual é muitas vezes a grande culpada por alunos inquietos em sala de aula.

3. Facilita o ensino de botânica

A área da botânica é um das mais problemáticas dentro da biologia. A grande quantidade de informação nessa frente dificulta a memorização da matéria e confunde muito os estudantes.

O Berçário de Mudas trabalha com temas como angiospermas, morfologia externa, monocotiledôneas, dicotiledôneas; sistema de transporte, a nutrição das plantas e o sistema de controle nas mesmas.

Trabalhar com itens mais dinâmicos e práticos que permitam a visualização como o Berçário de Mudas pode ser uma ótima maneira de deixar a aula mais leve, ajudar na explicação, facilitar a compreensão e criar uma situação muito mais favorável a criação de uma memória de longo prazo.

4. Aborda de maneira divertida a ecologia

green-2551467_960_720

A preocupação com a natureza, aquecimento global, poluição e a natureza em si é um tema de extrema importância nos dias atuais. Até mesmo alguns dos países mais importantes do mundo demonstram a sua preocupação com a situação ecológica do nosso planeta.

Experimentos com o Berçário de Mudas contribuem para a criação de um apego emocional entre o aluno e a natureza em si, relação de extrema importância para garantir o futuro do nosso planeta. Além de permitir que o estudante compreenda o quanto a natureza é realmente complexa e isso, então, incentive um posicionamento de respeito e cuidado diante da mesma.

Como sempre, a Homelab tem consciência da importância de aulas práticas no dia-a-dia dos estudantes pois sabe que ao deixar as aulas mais dinâmicas, a compreensão do conteúdo fica mais fácil, permitindo assim um desempenho acadêmico ainda mais alto. Por esse motivo investe em materiais tão dinâmicos quanto o Berçário de Mudas em outras áreas, tais como Ciências, Química, Biologia, Matemática, Geografia e História.

Compartilhe Tags
0 comentários