Homelab Pocket – Edição 27 – Abril 2018

Homelab Pocket – Edição 27 - Abril 2018
A Homelab Pocket – Edição 27 – Abril 2018 traz aos leitores matérias sobre a qualidade na educação e descobertas sobre a prevenção do câncer. Assuntos que despertam o interesse de educadores, pais e futuros profissionais das diversas áreas da educação, ciências e biologia. Também contamos com detalhes todas as características e diferenciais do Conjunto para Múltiplas Ciências usado em sala de aula.
CLIQUE AQUI e baixe agora a edição completa da Homelab Pocket – Edição 27 – Abril 2018.
Compartilhe conosco suas opiniões aqui nos comentários e também nas redes sociais.

Sobre a Homelab Pocket

A Homelab Pocket é uma publicação mensal da Homelab – A Casa do Laboratório para professores, gestores e diretores, falando sobre as novidades sobre ciências, tecnologias e equipamentos laboratoriais para as mais diversas áreas do ensino.

Gostou da Homelab Pocket – Edição 27 – Abril 2018?

Veja as outras edições já publicadas clicando aqui.

Homelab Pocket – Edição 26 - Março 2018

Lançamos hoje a Homelab Pocket – Edição 26 – Março 2018!

Você participa de feiras e eventos na área da educação? Saiba que essa é uma ótima oportunidade para ter acesso direto aos fornecedores e possíveis parceiros, para conhecer produtos e serviços que podem fazer a diferença para a sua instituição de ensino. Quer saber mais? Faça o download e confira nosso artigo completo sobre o assunto.

Além disso, conheça as características e diferenciais do Microscópio Estereoscópio Binocular, Conjunto Prático de Matemática e Conjunto de Termologia, produtos que prometem deixar as aulas ainda mais empolgantes.

Clique aqui e baixe gratuitamente sua Homelab Pocket – Edição 26 – Março 2018

Sobre a Homelab Pocket
A Homelab Pocket é uma publicação mensal da Homelab – A Casa do Laboratório para professores, gestores e diretores, falando sobre as novidades sobre ciências, tecnologias e equipamentos laboratoriais para as mais diversas áreas do ensino.

Gostou da Homelab Pocket – Edição 26 – Março 2018?

Veja as outras edições já publicadas clicando aqui.

Lançamos hoje a Homelab Pocket – Edição 25 – Fevereiro 2018, com o tema “Como podemos ajudar nossos alunos no ENEM”.

Também falamos sobre novas formas de utilizar os produtos da Homelab, como o Torso e o Esqueleto e nossos modelos estruturais celulares animal e vegetal.

Nessa edição, mostramos o Raio-X do Conjunto Produtos Notáveis, destinado ao estudo do produto notável quadrado da soma de dois termos, produto notável quadrado da diferença de dois termos, teorema de Pitágoras.

Baixe agora a Homelab Pocket – Edição 25 – Fevereiro 2018!

Homelab Pocket - Edição 25 - Fevereiro 2018

Sobre a Homelab Pocket
A Homelab Pocket é uma publicação mensal da Homelab – A Casa do Laboratório para professores, gestores e diretores, falando sobre as novidades sobre ciências, tecnologias e equipamentos laboratoriais para as mais diversas áreas do ensino.

Gostou da Homelab Pocket – Edição 25 – Fevereiro 2018?

Veja as outras edições já publicadas clicando aqui.

Lançamos hoje a Homelab Pocket – Edição 24 – Janeiro 2018!

Com um novo design e mais conteúdo, a Homelab Pocket – Edição 24 – Janeiro 2018 está mais focada na área de educação e gestão escolar, para te auxiliar com ideias e dar dicas sobre a área de educação, ciência e pedagogia.

Confira aqui a Homelab Pocket – Edição 24 – Janeiro 2018!

Um dos assuntos abordardados nesta edição é “Como comprar um bom microscópio Binocular?”. O microscópio binocular é muito usado em laboratórios de escolas, de análises clínicas, de controle de qualidade, indústrias, de universidades e também de patologia.

Homelab Pocket - Edição 24 - Janeiro 2018

Sobre a Homelab Pocket
A Homelab Pocket é uma publicação mensal da Homelab – A Casa do Laboratório para professores, gestores e diretores, falando sobre as novidades sobre ciências, tecnologias e equipamentos laboratoriais para as mais diversas áreas do ensino.

Gostou da Homelab Pocket – Edição 24 – Janeiro 2018?

Veja as outras edições já publicadas clicando aqui.

Compartilhe Tags
0 comentários

cjBiologia é a ciência que estuda os seres vivos e os fenômenos ligados à vida, à sua origem e à sua evolução. Essa disciplina é essencial para a compreensão do funcionamento do nosso ecossistema e de toda a biodiversidade que o compõe.

A grande diversidade de seres vivos e as diferentes áreas de estudo em que a Biologia se divide a tornam uma ciência de grande capacidade interdisciplinar. Ela é capaz de integrar conhecimentos com outras disciplinas como Física, Química, Geografia e até mesmo a Matemática.

A Biologia está presente em praticamente todos os acontecimentos do nosso cotidiano, e influencia diretamente em tudo que está relacionado aos seres vivos. Dos mecanismos que regulam as atividades vitais às relações que as diferentes espécies estabelecem entre si e o ambiente em que estão inseridas, essa é a ciência que permite a compreensão de todos esses fenômenos.

Nesse contexto, o estudo da Biologia consiste em conhecer o modo como o mundo se organiza. Para isso, requer uma visão crítica, que nos permita entender todos os processos biológicos e, assim, conhecer os conceitos científicos essenciais para o entendimento da vida.

Sendo assim, hoje vamos mostrar mais um exemplo de atividade para ser realizada em sala de aula com os alunos do Ensino Fundamental e Médio. O objetivo é utilizar os conhecimentos em Biologia, mais precisamente em taxonomia, e criar uma chave dicotômica para identificar diferentes amostras de organismos.

Antes de começar, porém, vamos entender um pouco mais sobre o que vamos estudar.

A Taxonomia

A taxonomia é um ramo da Biologia que ordena e classifica os seres vivos. De acordo com alguns cientistas, essa é considerada a ciência mais antiga que existe, uma vez que é inerente ao homem a necessidade de classificar o universo que o cerca.

A taxonomia estuda as relações entre os diferentes organismos, seguindo uma lógica evolutiva. Essa ciência agrupa os seres vivos conforme as características em comum que eles apresentam, dividindo-os em grupos e subgrupos. A cada uma dessas divisões, as semelhanças ficam mais acentuadas. Em suma, esse sistema permite compreender o grau de parentesco entre os seres e entender melhor a evolução na Terra.

O principal nome da taxonomia é o naturalista sueco Carl von Linné, criador do sistema de classificação de seres dos seres vivos que é referência até os dias de hoje. Essa classificação acontece na seguinte ordem decrescente: reino, filo, classe, ordem, família, gênero e espécie. Cada um dos grupos de classificação é chamado de táxon.

A divisão e identificação dos seres vivos é essencial para a ciência, auxiliando na elaboração de  inventários e descrições sobre a biodiversidade do nosso planeta e ajudando na sua conservação. Sem a classificação dos organismos de uma determinada área, por exemplo, seria impossível estimar a diversidade e estudar esses seres.

A Chave Dicotômica

A chave dicotômica é um método muito utilizado por cientistas e pesquisadores na classificação de seres vivos ou na identificação de organismos desconhecidos na taxonomia, facilitando a organização de informações. Por meio de descrições sistemáticas, esse sistema oferece uma série de questões com duas alternativas opostas, possíveis de serem respondidas somente a partir da observação. Cada resposta leva a novas questões, até que se chegue a um resultado que possibilite a classificação.

A Atividade

Para esse experimento você vai precisar de:

Para começar, divida a classe em 10 grupos de alunos. Distribua entre os eles diferentes amostras do Conjunto Simulador. Oriente cada grupo a criar uma chave dicotômica a partir de suas amostras. Troque os materiais entre os grupos e peça que cada um determine as amostras a partir da chave dicotômica recebida. Ao término da atividade, todos devem apresentar o resultado final de sua análise.

O Conjunto Simulador para chaves dicotômicas faz parte do Conjunto para Múltiplas Ciências da Homelab. O kit é destinado ao estudo de Biologia, Química, Física e Matemática para alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e também do Ensino Médio. Nele, são encontrados os materiais necessários para o desenvolvimento de exercícios relacionados a essas disciplinas, facilitando a realização de atividades em sala de aula ou no laboratório e estimulando a interdisciplinaridade e a interação dos alunos com as ciências.

A Homelab disponibiliza uma série de materiais com experiências e outros conteúdos que podem ajudar professores, gestores e alunos a tornarem as aulas de ciências ainda mais produtivas e dinâmicas. Também oferecemos uma linha completa de equipamentos científicos para o seu laboratório, como microscópios e outros acessórios. Ficou interessado? Acesse o nosso site, conheça nossas soluções e faça um orçamento.

Compartilhe Tags
0 comentários

 

eye-419646_1920 (1)

Os materiais certos podem mudar a qualidade do ensino, facilitar o trabalho dos professores e ainda impactar de maneira positiva os resultados acadêmicos dos estudantes. Afinal, os materiais, nada mais são, do que equipamentos feitos para ajudar no difícil processo de aprendizado.

O Olho em Órbita em 10 Partes permite que o professor mostre aos alunos em um modelo 3D e realista quais são todos os passos pelos quais a luz passa até que a imagem que estamos enxergando seja completamente formada. Isso porque este modelo conta com todas as partes da anatomia relevantes dos olhos, tais como o corpo ciliar, zônula ciliar, íris, pupila, pólo anterior, pólo posterior, câmara anterior, câmara posterior, córnea, borda serreada, lente, retina, coróide, esclera, nervo ótico e corpo vítreo. Além do músculo elevador da pálpebra superior e diversos outros relacionados à esse órgão.

banco-optico-linear-master

Outras duas opções são o Banco Óptico Linear com Luz Policromática e o Banco Óptico Linear Master, o qual é a opção mais completa! Permitindo o estudo de diversas áreas, como a óptica geométrica e suas limitações; simulação dos eclipses, a umbra e a penumbra; a reflexão no espelho plano, imagem formada num espelho plano e suas características; número de imagens formada entre dois espelhos planos com um ângulo entre si, os principais elementos geométricos do espelho esférico côncavo e seus três raios principais; os principais elementos geométricos do espelho esférico convexo e seus três raios principais; a refração e suas leis; a dispersão da luz nos prismas; lentes esféricas e suas principais características, lentes convergentes (lentes positivas), divergentes (lentes negativas) e muito mais.

A Homelab oferece materiais que trabalham em áreas como CiênciasQuímicaBiologiaMatemáticaGeografia e História, focando sempre em diminuir a dificuldade de aprendizado dos estudantes, proporcionar um ensino cada dia melhor e mais completo graças aos materiais que garantam à instituição de ensino a oportunidade de gerar uma educação de alta qualidade.

Compartilhe Tags
0 comentários

IMG_7599

Para que uma aula laboratorial cumpra seu papel de forma completa, ela necessita dos materiais corretos, de um professor que saiba como utilizar o local e os materiais da melhor maneira possível e é claro, que seja capaz de garantir que o laboratório seja um local seguro e propício ao aprendizado!

Para garantir a segurança de todos os alunos e de qualquer profissional da área dentro do laboratório, algumas medidas de segurança devem ser tomadas e mais do que isso, alguns equipamentos de segurança também são necessários:

1.Lava Olhos Portátil

O item serve para higienização dos olhos em situações de primeiros-socorros. O equipamento pode ser acionado facilmente caso os olhos entrem em contato com fumo, poeira, corpos estranhos, resíduos, produtos químicos e similares.

O Lava Olhos Portátil permite levar a segurança para qualquer canto do laboratório e em aulas com experimentos que sejam realizadas em sala de aula, por exemplo.

2. Chuveiro

A função é basicamente a mesma que a do lava olhos, minimizar os danos causados por acidentes no rosto ou em qualquer outra parte do corpo. O Chuveiro Lava Olhos é fabricado em ferro galvanizado de 1” BSP com pintura anti-corrosiva na cor verde e já vem com a bacia do lava olhos e crivo do chuveiro fabricados em inox 304. Esguichos do lava olhos em plástico PP, acionamento manual para lava olho por alavanca em alumínio, regulador de pressão no lava olhos e chuveiro lava olhos fixado no chão através de buchas de expansão.

3. Óculos de proteção

IMG_8351

Um equipamento muitas vezes menosprezado, porém, extremamente importante. Além de ajudar a evitar danos físicos aos olhos, o óculos de proteção evita situações mais sérias nas quais o lava olhos se torna necessário!

4. Avental em PVC

O avental em PVC é recomendado para proteção contra respingos de água e produtos químicos, afinal, alguns produtos podem ter reações com o material da sua roupa e criar grandes problemas de segurança no seu laboratório!

Com a ajuda de materiais dinâmicos, aulas práticas e um ambiente seguro  propício ao aprendizado, as aulas laboratoriais vão se tornar ainda mais frequentes e essenciais no dia a dia da sua escola!

A Homelab acredita em uma educação cada dia melhor e por isso trabalha com materiais que promovem uma didática mais dinâmica e laboratorial para áreas como Ciências, Química, Biologia, Matemática, Física, Geografia e História.

Cópia de IMG_7595

Um laboratório é um local muito complexo, cheio de oportunidades dinâmicas de aprendizado, as quais pedem diversos materiais e profissionais muito bem preparados para lidar com os equipamentos e os estudantes, assim garantindo que a matéria seja compreendida por todos. 00

  1. Vidrarias:

    Conjunto de vidrarias é essencial para que os experimentos sejam realizados, afinal, não é qualquer recipiente que pode ser utilizado em experiências e por isso, se torna um material fundamental em qualquer laboratório de química.

  2. Balança de precisão:

    Outro produto substancial para qualquer verdadeiro laboratório é a balança de precisão. Além de este material permitir que diversos experimentos de diversas áreas sejam realizados durante as aulas, ele ainda ajuda a demonstrar que a exatidão e a atenção aos mínimos detalhes é essencial dentro da química.
     
  3. Produtos para as experiências:

    Materiais como os conjunto de ácidos, reagentes e solventes são indispensáveis para qualquer laboratório, afinal, são itens primordiais para a execução de incontáveis experiências e fazem parte da matéria teórica dada em sala de aula.

  4. Lava olhos:

    A segurança dos estudantes jamais deve ser menosprezada, por isso equipamentos como o Lava olhos portátil ou o Chuveiro lava olhos são obrigatórios, exatamente por garantirem a segurança de todos no local em caso de algum acidente. Afinal, a intenção é manter o ambiente escolar seguro e educacional, jamais torná-lo perigoso.

  5. Corantes:

    O Conjunto de corantes, além de ser essencial em alguns experimentos, pode auxiliar a facilitar visualização da atividade pelos alunos e deixar outras experiências mais dinâmicas e divertidas. Lembrando que a função de aulas laboratorias é exatamente trabalhar com estes itens, a dinamicidade do conteúdo e permitir a visualização do mesmo para assim facilitar a memorização e compreensão da matéria.

Construir um bom laboratório exige diversos materiais além de ótimos profissionais que saibam como lidar com o que é fornecido no ambiente laboratorial de forma educativa e segura, por isso, muitos optam por obter o Conjunto básico para laboratório, ou, se procuram uma opção mais completa, a Unidade Mestra Química com Sensores, Software e Interface que permitem uma experiência ainda mais ampla dentro de um laboratório, graças a sua grande variedade de materiais!

IMG_7921

Os alunos desenvolvem preferência por certas matérias e áreas de conhecimento ainda cedo. Atividades divertidas, dinâmicas e práticas ajudam a criar uma ligação positiva entre o estudante e o conteúdo em questão. Apesar do conteúdo futuramente se aprofundar, as aulas de ciências no ensino fundamental, nada mais são do que física, química e biologia básica, ou seja, essa conexão positiva pode acabar se estendendo para essas outras matérias no ensino médio.

Laboratórios permitem que os estudantes tirem suas próprias conclusões do que observaram durante suas análises, o que, além de trabalhar com o raciocínio lógico, promove a independência de cada aluno.

Um laboratório de ciências pode ser o local perfeito para um berçário de mudas por exemplo. Este material permite o estudo da área botânica da biologia pela observação do comportamento de cada planta. O berçário gera a oportunidade de comparar o comportamento de cada muda, por exemplo, é possível realizar a análise do brotamento de sementes semelhantes sob circunstâncias diferentes e de sementes diferentes sob as mesmas circunstâncias.

A área da botânica tende a gerar muita dificuldade entre os alunos, as quais se intensificam mais ainda no ensino médio, quem sabe, o berçário seja a oportunidade perfeita para trabalhar com essa questão, pois atividades prática estão diretamente ligadas com uma boa memorização e compreensão de conteúdo.

Outro equipamento que permite o trabalho com a questão do aluno fazer as próprias descobertas, é o Pluviômetro Digital. Ele pode indicar a quantidade total de queda de água da última hora, últimas 24 horas e ainda a última chuva com hora e data de registro.

Cabe apenas ao professor saber utilizar estes materiais de maneira que cumpra o seu papel didático. Afinal, um laboratório de ciências é um local de descobertas e diversão, mas, acima de tudo, de aprendizado.

IMG_7389 (2)

Quando a questão são aulas práticas de ciências, os microscópios não podem ficar de fora. Além de normalmente chamarem muito a atenção e o interesse dos alunos, eles garantem ainda mais oportunidades para realizar experimentos dentro do ambiente laboratorial.

A realidade é que um laboratório de ciências permite que os professores brinquem com a questão das aulas dinâmicas, as opções são muitas e podem trabalhar desde os assunto mais básicos como os 5 sentidos até a questão do DNA. Todas essas possibilidades fazem com que este se torne um bom investimento, afinal, pode ser usado em todas as etapas do ensino fundamental e ainda é um grande diferencial da maioria das escolas.

A relevância de aulas dinâmicas e práticas não devem jamais ser menosprezadas. Além de auxiliar o professor na explicação, acelerar a compreensão do conteúdo, ajudar a manter o interesse dos alunos e permitir que os estudantes tirem dúvidas que surgem apenas na hora da prática, ainda trabalha diretamente com a criação de uma memória de longo prazo. Exatamente por ter consciência de tudo isto que a Homelab oferece materiais que trabalham com a dinamicidade e a prática em diferentes áreas, tais como Ciências, Química, Biologia, Matemática, Física, Geografia e História, focando sempre em diminuir a dificuldade de aprendizado dos estudantes e proporcionar um futuro ainda mais brilhante para a educação.

Compartilhe Tags
0 comentários

IMG_7516 (1) (1)

A geografia nos rodeia, a matéria abrange um tema que deve ser desenvolvido bem em qualquer aluno. Porém, a matéria é muito ampla, a geografia trabalha tanto a capacidade de se localizar bem no globo terrestre, quanto com o resto do universo, além de questões políticas e como o mundo se tornou o que conhecemos hoje, tanto no sentido físico quanto social.

Toda essa amplitude dentro de uma única matéria pode acabar confundindo os alunos, por isso, um laboratório de geografia pode ser um bom investimento quanto a aumentar a qualidade de ensino e nível de aprendizado dos alunos.

globo-ambiental--cm-v-ou-v

A realidade é que a geografia é uma matéria totalmente vinda da atividade prática, da observação em si, materiais como este globo terrestre que trabalha com o relevo no planeta Terra permite que os estudantes observam e entendam por si só a questão de cordilheiras ou cadeias de montanhas e como consequência, até o impacto disso na vida de quem vive na região. Os alunos podem ir ainda mais longe, usar materiais como o Planetário Iluminado para compreender a relação entre a Terra, a Lua e o Sol, assim, trabalhando as direções norte, sul, leste, oeste e como reconhecê-las pelo Sol.

planetario-iluminado-v-ou-v

Todas as disciplinas possuem conteúdos específicos que são trabalhados de forma simplesmente teórica, mas elas também apresentam outros temas que permitem e até promovem a aplicação prática. Porém, nada seria mais natural do que trazer essa questão da dinâmica e prática para dentro do ensino da matéria, pois como já foi apontado, a geografia vem dessas origens. Ambos os materiais apresentados permitem essa questão da prática promovida pela geografia, porém, nesse caso, dentro de um ambiente controlado e escolar.  

A observação da matéria é importante quanto a compreensão do lado sócio-econômico-ambiental e suas relações dentro da geografia, pois, como sabemos, as condições geográficas impactam diretamente a questão social. No final das contas, um dos objetivos da geografia é contribuir para a formação de cidadãos críticos, participativos (o que em si é basicamente colocar em prática o que foi aprendido) que possam atuar ativamente na sociedade por conhecê-la bem em todos os seus aspectos.

A Homelab acredita que a geografia deve ser ensinada de forma mais prática e por isso disponibiliza uma linha completa focada no ensino da matéria.